terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Beja: Bispo destaca importância da vida comunitária na Igreja

D. João Marcos convida à confissão e à solidariedade, na sua mensagem de Quaresma
Beja, 12 fev 2018 (Ecclesia) – O bispo de Beja sublinha, na sua mensagem para a próxima Quaresma, a importância da vida comunitária nas comunidades católicas, deixando convites à confissão e à solidariedade.

“Ao longo dos séculos, tantas divisões destruíram a unidade da Igreja, impedindo-a de testemunhar a caridade e de anunciar o Evangelho com aquela autoridade e simplicidade próprias dos verdadeiros discípulos de Jesus Cristo. E hoje, nas nossas comunidades e grupos paroquiais, quantas pessoas divididas que não se amam!”, adverte D. João Marcos, num texto enviado hoje à Agência ECCLESIA.
O responsável pede aos católicos da diocese que se reconciliem e trabalhem “em ordem ao bem comum”.
“Tomemos consciência de que, sem vida comunitária, o nosso cristianismo fica reduzido a uma religiosidade estéril, a uma almofada psicológica que não pode dar-nos a Vida Eterna de Cristo, Filho de Deus. Deus é amor”, acrescenta.
A mensagem convida à tomada de consciência da necessidade de perdão e dos pecados cometidos.
“Sem uma confissão bem feita, nenhum de nós poderá viver, com verdade, a Páscoa do Senhor. A oração mais intensa, o jejum e a esmola sejam nossa prática habitual ao longo destes quarenta dias que antecedem as Festas Pascais”, precisa o bispo de Beja.
D. João Marcos apresenta as práticas do jejum e da esmola, que marcam a Quaresma, que devem levar a “dar espaço, a amar e a servir os irmãos com verdadeira humildade”.
O texto informa que a Renúncia Quaresmal da diocese alentejana somou, em 2017, a quantia de 28 166,59 euros.
Em 2018, esta recolha de donativos vai ajudar os cristãos que vivem na Terra Santa (50%) e a própria Diocese de Beja (50%).
“Sede generosos, tendo presente que a esmola apaga uma multidão de pecados”, pede o bispo diocesano.
A Quaresma é um período marcado por apelos ao jejum, partilha e penitência, que começa na Quarta-feira de Cinzas, este ano a 14 de fevereiro, e serve de preparação para a Páscoa, a principal festa do calendário cristão.
OC


in




Sem comentários:

Enviar um comentário